Postagens

Mostrando postagens de 2011

Amados, ex-alunos do terceiro ano,

Encerramos o ano de 2011.Espero que melhor do que começou.Desejo a todos sucesso na vida,vitórias,sonhos realizados,amor,família amorosa e parceira.Como professora não posso deixar de motivá-los a continuar os estudos.Não desanimem.talvez seja um pouco difícil , mas hoje em dia existem inúmeras possibilidades para continuarem os estudos e lembrem-se, a cada vitória venha compartilhar conosco –seus ex-professores - vibraremos muito por cada degrau percorrido.Não se enganem .Quando vocês vencem nos sentimos parte da vitória, quando caem , esperamos que faça da queda uma lição importante para ir além. Saúde, muita saúde mesmo,este sim é o bem mais precioso que temos. Beijo direto no coração. Alunos do segundo ano-agora ,espero-terceiro, desejo o mesmo e mais: que 2012 seja de muito aprendizado.

1ª Edição do projeto

1ª Edição do projeto

o evento

Imagem

o evento

Imagem

o evento

Imagem

FALE:Insituição escolhida pelos alunos para doar gêneros

Imagem

FALE:Insituição escolhida pelos alunos para doar gêneros

Imagem

DOAÇÃO DO DINHEIRO ARRECADADO

Foram sorteados 8 nomes de alunos com ajuda da turma 2º I;
dos nomes sorteados e entre os alunos convidados, quatro aceitaram.
a visita aconteceu na segunda-feira às dez horas da manhã, mas apenas duas alunas participaram :Jaíne do 3ºC e Angélica 3ºD.
Doamos os seguintes gêneros Á FALE solicitados por telefone pelos coordenadores:
28 latas de nescau de 400gramas:R$78,18.
30 biscoitos pit stop :R$44,70.
5 pacotes de 500 gramas de café Arábia :R$29,50.
4 copos de requeijão Nestlé :doação .
1 lata de neston sabor morango:doação.
TOTAL:R$152,38.(Era o dinheiro que tínhamos )

A visita foi muito legal e as colegas que representaram os alunos, muito cativantes.Em um instante as crianças moradoras de lá, não quiseram se desgrudar das mesmas.Fomos recebidas pela coordenadora e por uma moradora.Tiramos fotos apenas do lugar e não das pessoas por causa do preconceito social.
Segundo a moradora -muito gentil aliás-são 33 casas e várias famílias que lá moram.A FALE é uma instituição fundada pela J…

prestação de contas do projeto "Quem conta um conto..."

Imagem

PREMIAÇÃO do Projeto:

1ºPasseio Noturno I -3ºE
2ºPlebiscito -2ºH
3ºO violino -2ºG
4ºA morte da velha -3ºI
5ºA partilha -3ºB


Parabéns!!!!!

Um sucesso!!!!PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO QUEM CONTA UM CONTO"

Parabenizo a todos os alunos que participaram do evento e que de maneira organizada conseguiram cumprir cada etapa proposta;
O apoio da direção especialmente a Dani(Ai de mim se ela não pega aquele microfone),Rosângela,Maycon e Gabriel foram fundamentais;
A coordenadora de Códigos e linguagens _Justina _deu a maior força ficando no Caixa e ajudou antes do evento também.Valeu e muito;
As professoras Cléia e Sueli arrumaram o Caixa rapidamente...e ficou ótimo;
A presença de professores lendo os trabalhos ,adquirindo as revistas;
O respeito dos alunos à limitação (linha imaginária) do palco;
A Presença das professoras da Biblioteca premiando os leitores do ano foi ótima.(O vídeo ficou show);
Gostei muito de ver nas filmagens, vários alunos lendo as revistas adquiridas nas trocas;
A presentação do grupo The
A presença de alguém da Mídia no caso o Programa Alternativo ,ajudaram a dar maior importância ao que vocês fizeram;
Os alunos Breno e Liliane do 3ºH fizeram várias estrepolias pra aj…

LEMBRETES PARA O DIA DO EVENTO:

-Cada grupo deverá ter pelo menos uma caneta para marcar as fichas recebidas;
-Chegar em horário normal de aula e uniformizado (3ºs anos com a blusa de formatura,caso tenham);
-Levar tesoura, extensão, pistola de cola quente fina;
-Assinar a folha de freqüência que estará junto com o grupo organização um;
-Preparar-se para responder as perguntas dos visitantes sobre os contos, o projeto e escritor (a);
-Às 10h00min haverá lanche na quadra. Ir de maneira que fique pelo menos dois representando o grupo;
-Ao final do projeto verificar se todo material foi entregue, o lixo encaminhado às lixeiras e barraca desfeita.

CONVITES À COMUNIDADE ESCOLAR E APAIXONADOS POR CONTOS

Imagem

QUARTA ETAPA DO PROJETO "Quem Conta um Conto..."

Meus caros,
Antes de mais nada gostaria de elogiar.
Foram muitas as revistas feitas com capricho e carinho.Se fizerem isso em cada atividade solicitada ,irão ter sucesso em todas as áreas da vida.
Àqueles que se empenharam, meus sinceros parabéns!

VAMOS À ÚLTIMA PARTE:
DIA DO EVENTO:18 DE NOVEMBRO DE 2011 (SEXTA-FEIRA)
HORÁRIO:DOS ALUNOS -DE 7:20 ÀS 12:00
CONVIDADOS-DE 9:00 ÀS 11:00
LOCAL:QUADRA DA ESCOLA CEM304

ORGANIZAÇÃO DO EVENTO:

1-
CADA GRUPO TERÁ QUE TIRAR 10 CÓPIAS DE CADA REVISTA (OBSERVAR O BOM ESTADO DAS MESMAS, PRINCIPALMENTE SE FOR EM PRETO E BRANCO)-LEMBREM-SE QUE SERÃO VITRINE DE UM EVENTO E O PRIMEIRO DE OUTROS ENTÃO,SE DEDIQUEM.
2-
OS GRUPOS SERÃO SORTEADOS EM SALA PELOS NOMES DOS CONTOS.SÃO AS SEGUINTES FUNÇÕES :
1.BANNER - Este grupo terá que fazer uma bibliografia breve e agradável do contista além de escolher a foto.Deverá também ajudar o grupo da Barraca no dia do evento.

2.MARCADOR DE PÁGINAS - Este grupo deverá confeccionar 50 marcadores de páginas bem bonito…

A MEDALHA -2F

Ela entrou na ponta dos pés. Tirou os sapatos para subir a escada.O terceiro degrau rangia. Pulou-o apoiando-se no corrimão.
—Adriana!
A moça ficou quieta, ouvindo. Teve um risinho frouxo quando se inclinou para calçar os sapatos, Ih! que saco.Fez um afago no gato que lhe veio ao encontro, esfregando-se na parede. Tomou-o no colo.
—Romi, Romi... Então, meu amor?
—Adriana!
Assustado com o grito, o gato fugiu espavorido pela escada abaixo.Ela prosseguiu sem pressa, arrastando pesadamente os pés. O quarto estava iluminado. Empurrou a porta.
—Acordada ainda, mãe?
A mulher fez girar a cadeira de rodas e ficou defronte à porta.Vestia uma camisola de flanela e tinha um casaco de tricô atirado nos ombros. Os olhos empapuçados reduziam-se a dois riscos pretos na face amarela.
—Precisava ser também na véspera do casamento? Precisava ser a véspera?
—repetiu a mulher agarrando-se aos braços da cadeira.
—Precisava.
—Cadela. Já viu sua cara no espelho, já viu?A moça encostou-se no batente da porta.…

As cocadas Cora Coralina 3ºJ

Eu devia ter nesse tempo dez anos. Era menina prestimosa e trabalhadeira à moda do tempo.Tinha ajudado a fazer aquela cocada. Tinha areado o tacho de cobre e ralado o coco. Acompanhei rente à fornalha todo o serviço, desde a escumação da calda até a apuração do ponto. Vi quando foi batida e estendida na tábua, vi quando cortada em losangos. Saiu uma cocada morena, de ponto brando atravessada de paus de canela cheirosa. O coco era gordo, carnudo e leitoso, o doce ficou excelente. Minha prima me deu duas cocadas e guardou tudo mais numa terrina grande, funda e de tampa pesada. Botou no alto da prateleira.Duas cocadas só ... Eu esperava quatro e comeria de uma assentada oito, dez, mesmo. Dias seguidos namorei aquela terrina, inacessível. De noite, sonhava com as cocadas. De dia as cocadas dançavam pequenas piruetas na minha frente. Sempre eu estava por ali perto, ajudando nas quitandas, esperando, aguando e de olho na terrina.Batia os ovos, segurava gamela, untava as formas, arrumava na…

RETORNAMOS. E AGORA?

Olá colegas,
Daremos continuidade ao Projeto de Literatura Quem Conta um Conto.
Neste bimestre iremos finalizar o trabalho que começou no início do ano. Vocês deverão entregar a revista literária ( em quadrinhos, álbum seriado,etc) nos dias de aula comigo dos dias 12 a 16 de setembro.Caso queiram entregar antes,podem também.Para a finalização, algumas regras devem ser seguidas:
Capa :Frente:
-Cabeçalho com o nome do conto e nome do(a) escritor(a).Ex.Os porcos baseado na obra de Julia de Lopes de Almeida.
-Desenho que represente o conto utilizando um momento ,ou personagens principais.
-Nome dos integrantes do grupo.
-Ano de publicação (2011)-apenas o ano.(Abaixo,centralizado como em trabalhos que seguem a ABNT).

Capa:Verso:
-Produzir um pequeno texto baseado em informações sobre o desenvolvimento do projeto e sobre o escritor.EX: Esta revista foi criada a partir de um projeto de Literatura desenvolvido no CEM304 juntamente com a professora Marcela.Tendo como objetivo conhecer escrit…

MEMORIAL: EXEMPLO

Um milagre
Aconteceu quando eu tinha uns 11 anos. A professora era substituta e disse que naquela semana era comemorada a semana de Ação de Graças. Achou um absurdo os alunos de uma quinta série não saberem o dia de Ação de Graças. Deu uma folha branca. Era para representar em desenho e um pequeno poema todo o nosso agradecimento. Minha experiência com Deus ainda não tinha sido grande coisa. De repente fui tomada de uma grande vontade e comecei a desenhar uma cruz. Ela deveria parecer o mais possível com uma cruz de verdade. Entretida com o desenho subitamente vi a luz de uma fresta Iluminar o centro de minha cruz exatamente onde ficaria a cabeça de meu Senhor. Cutuquei a minha colega do lado e ela meio irritada disse que aquilo era só o reflexo do buraco do teto no meu desenho. Olhei para ela incrédula. E para o lugar onde supostamente tinha o tal buraco. Não vi nada. Eu a cutuquei de novo. E cadê o buraco? Ela não sabia e nem queria saber. Como assim só um buraco iluminado? Para mim…

Exemplo de Crônica

Crônica: 304 sob outros olhares
Ok.Dou o meu braço a torcer.Tenho visto aqui nesta escola entre vocês, pessoas incríveis que me fazem respirar fundo e acreditar no que faço.Falo de alunos que trazem nos olhos ,quero dizer no olhar ,um jeito incrível de ser.Falo por exemplo daquela menina que deixou sem querer o caderno aberto e eu surpresa perguntei quem é.”Meu filho”.Um jeito natural de assumir -se mulher no meio de tantas meninas. “E este é seu marido?” Estava na foto também. “É professora”. Fomos conversando e ela disse estar com notas mais fracas em exatas, mas sabia que iria recuperar. ”Tenho certeza” eu pensei. Linda, de olhos muito mais claros que sua pele, parecia saber muito bem o que quer.
Isso me faz lembrar também daquele menino bem educado. É sempre o primeiro a me receber e faz questão de se apressar ao meu bom dia e receber-me com olhos enormes, verdadeiros e um sorriso lindo nos lábios. Tranqüilo, capta todos os meus movimentos em sala. Deve ser um filho de dar invej…

ATENÇÃO À SEGUNDA ETAPA DO PROJETO QUEM CONTA UM CONTO:

1º AS ATAS DEVEM SER MANUSCRITAS,SEM ERROS EM SUA COMPOSIÇÃO COMO USO DE NUMERAIS,ABREVIATURAS,PARÁGRAFOS,LINHAS UTILIZÁVEIS NO MEIO DO TEXTO,SIGLAS OU RABISCOS.
2º MANTENHAM UM PADRÃO DE FOLHA (DE PREFERÊNCIA FOLHA DE CADERNO ) .
3º AS FOTOS COMPROBATÓRIAS PODEM SER IMPRESSAS OU REVELADAS EM TAMANHO MÍNIMO DE 15 X 10.
4º TIREM PELO MENOS UMA FOTO DO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA REVISTA LITERÁRIA.
5º SE ACHAREM NECESSÁRIO, ESCOLHAM UM COMPONENTE DO GRUPO PARA SER O TESOUREIRO CASO HAJAM GASTOS E PEÇAM NOTA FISCAL PARA COMPROVAÇÃO DE COMPRAS.
6ºNÃO DEIXEM PRA REALIZAR AS REUNIÕES APENAS NOS ÚLTIMOS DIAS -TENTEM FAZER PELO MENOS UMA A CADA SEMANA (POR ENQUANTO AINDA DÁ).BONS TRABALHOS.MARCELA

CONCURSO DE CONTOS,CRÔNICAS E MEMORIAIS:PARTICIPEM

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DF
CENTRO DE ENSINO MÉDIO 304 DE SAMAMBAIA – DF
ÁREA: CÓDIGOS & LINGUAGENS

Concurso de Contos, Crônica & Memorial

É com enorme satisfação que apresentamos o nosso Concurso de Contos do CEM 304 de Samambaia.
Como todo concurso, haverá algumas regras as quais devemos seguir:
1. Este certame terá como critérios de avaliação:

• Originalidade.
• Critérios objetivos de acuidade escrita (pontuação, concordância nominal e verbal, ortografia, gramática e semântica).
• Uso apropriado da tecnologia (editor de texto e internet)
• Obediência às características do gênero literário em questão.
• Cada autor deverá usar um pseudônimo

2. Período de inscrição:
• 23 de maio a 6 de junho de 2011.
• e-mail para inscrição e envio dos trabalhos: codigoscem304@gmail.com

3. Premiação:
• 1º lugar: uma bicicleta
• 2° lugar: um celular
• 3º lugar: um pendrive

4. Data limite para envio dos trabalhos via correio eletrônico (e-mail):
• 09 de julho de 2011

Quem escreve é …

FOTONOVELAS CLIQUE ABAIXO E VÁ ATÉ OS SITES:

http://wwmundovirtualmyblog.blogspot.com/2010/08/fotonovelasquem-conheceuquem-lembra.html


http://www.contonoturno.hpg.com.br/fotonoveladevampiros.html




http://quadrinhosantigos.blogspot.com/2011/02/as-fotonovelas.html

COMO FAZER UMA ATA DE REUNIÃO

Secretariar uma reunião é muito mais do que tomar notas e posteriormente preparar e distribuir a ata. O secretário ou a secretária designada precisa exercitar a sua voz ativa, pois pode e deve assumir a responsabilidade de registrar quem está presente, controlar o horário de início e término, solicitar que pontos expostos sem clareza suficiente sejam adequadamente re-expostos ainda durante a reunião, acompanhar as questões não concluídas ao longo da reunião, sumarizando-as antes do encerramento e propondo que se delibere a respeito delas, e muitos outros papéis de grande importância operacional para a reunião, vários dos quais já foram definidos no artigo Dicas simples para reuniões mais produtivas.
Mas saber fazer uma boa ata é essencial para que o tiro não saia pela culatra. E não é difícil: embora o grau de formalidade necessária varie em cada organização e categoria de reunião, o formato de uma ata comum é bastante simples.
Secretariando com efetividade
O essencial é lembrar que a…

Como fazer história em quadrinhos

Imagem

SEGUNDA PARTE DO TRABALHO:MÃOS À OBRA .É HORA DE COMEÇAR...

1- Elabore um roteiro: coloque no papel como será a história toda, incluindo personagens e suas falas.
2- Faça as contas: calcule quantos quadrinhos sua história inteira vai ter. Aí tente descobrir de quantas páginas ela precisa. Por exemplo, se forem 12 quadrinhos, você pode colocar em 2 páginas, com 6 quadrinhos cada uma.
3- Pense na digramação: "diagramar" é decidir a forma e o tamanho dos quadrinhos, lembrando que um pode ser o dobro dos outros e ocupar uma tira inteira.

Outro pode ser pequeno, somente com um “som” do tipo “TUM”, “CRÁS”, “NHACT”...
4- Invente os personagens: Qualquer coisa que existe pode virar um personagem. Basta um par de olhos, duas pernas ou qualquer característica para "animar" algo que não tem vida. Se preferir, pode fazer colagem ao invés de desenhar.
5- Comece pelos balões dos personagens: só depois faça os desenhos. Geralmente, a gente se empolga com o cenário, os personagens, e depois não cabem mais os balões. Fica tudo encolhido e…

Plebiscito Artur Azevedo

A cena passa-se em 1890.

A família está toda reunida na sala de jantar.

O senhor Rodrigues palita os dentes, repimpado numa cadeira de balanço. Acabou de comer como um abade.

Dona Bernardina, sua esposa, está muito entretida a limpar a gaiola de um canário belga.

Os pequenos são dois, um menino e uma menina. Ela distrai-se a olhar para o canário. Ele, encostado à mesa, os pés cruzados, lê com muita atenção uma das nossas folhas diárias.

Silêncio


De repente, o menino levanta a cabeça e pergunta:

— Papai, que é plebiscito?

O senhor Rodrigues fecha os olhos imediatamente para fingir que dorme.

O pequeno insiste:

— Papai?

Pausa:

— Papai?

Dona Bernardina intervém:

— Ó seu Rodrigues, Manduca está lhe chamando. Não durma depois do jantar, que lhe faz mal.

O senhor Rodrigues não tem remédio senão abrir os olhos.

— Que é? que desejam vocês?

— Eu queria que papai me dissesse o que é plebiscito.

— Ora essa, rapaz! Então tu vais fazer doze anos e não sabes ainda o que é plebiscito?

— Se soube…

Equipe de coordenação

Olá pessoas! Quero parabenizar por esse tão rico trabalho que engloba obras, informática, leitura, opiniões, etc. Estou feliz por vocês possuírem uma professora tão dedicada quanto a Marcela. Pode contar conosco da coordenação pedagógica ok! bjs Rosângela (a maior)

MOMENTO HISTÓRICO ,SOCIAL E POLÍTICO ALUÍZIO AZEVEDO

http://www.coladaweb.com/literatura/realismo-e-naturalismo



http://www.graudez.com.br/literatura/realismonaturalismo.html


http://pt.shvoong.com/books/1775172-contexto-hist%C3%B3rico-realismo/

contexto político,social ,cultural...dos autores atuais (Literatura Contemporânea)

http://www.webartigos.com/articles/40321/1/LITERATURA-CONTEMPORANEA-BRASILEIRA/pagina1.html


http://www.mundovestibular.com.br/articles/4452/1/LITERATURA-CONTEMPORANEA/Paacutegina1.html


http://pt.wikipedia.org/wiki/Escolas_da_literatura_brasileira

PLEBISCITO ARTUR AZEVEDO

Imagem

A FILHA DO PATRÃO ARTUR AZEVEDO

Imagem

A CAOLHA JÚLIA LOPES DE ALMEIDA

Imagem

Uma vela para Dário de DALTON TREVISAN

Imagem

lampião da rua de fogo CORA CORALINA

Imagem

Contos da meia noite em video "a medalha"

Imagem

Biografia de Eduardo Borsato

Eduardo Borsato
Escritor não tem currículo nem biografia. Escritor tem talento, texto, amor, ódio e muita hipocrisia.





Não há disponibilidade de imagem do escritor em qualquer site.

Dulcinéia conto de Eduardo Borsato

DULCINÉIA

- Vou ficar na janela. Ele vai estar lá embaixo?
E a empregada, com maroto titubeio:
- Ele garantiu.
- Então é só fazer o sinal pra ele subir, né?
- É.
A velha sorriu. Morava no quinto andar. Quase 84 anos, apis regina, insana matadora de maridos e amantes, à eterna espera de vítimas e vítimas.
- E o sinal é eu me benzer três vezes , não é?
- É.
- Ele confirmou?
- Confirmou.
- Tem certeza?
- Tou falando com ele faz mais de uma semana.
- Ai...- a velha suspirou, de desejo apertando as mãozinhas, quase dois cotocos retorcidos nas extremidades. Sem tomar banho há mais de um ano, cabelos desgrenhados, cara de peixe, várias plásticas.
- Ele é bonito, não é?
- Lindo.
Viciada numa cervejinha, a empregada. Invenção, o cavaleiro andante. Queria liberdade. Deixar Dulcinéia eternamente esperando Dom Quixote. Sair e beber pelos pés sujos do subúrbio, voltar para o apartamento cambaleante, de madrugada, a megera adormecida.

Trabalho sobre Júlia Lopes (Gentilmente cedido pela prof.ª Marly do Cine mais

Como explicitado neste trabalho, Júlia Lopes contribuiu para divulgar a atmosfera cultural que se estabeleceu com o advento da República e a ascensão da burguesia. Esta nova ordem social enxergava o lar como o domus natural da mulher e o exercício das funções domésticas e maternais como exemplo maior de altruísmo e realização pessoal. É o que percebemos neste fragmento do seu Livro das noivas:

Com as mãos sujas de carvão, na cozinha, acendendo o fogo para fazer o almoço do marido, cosendo-lhe a roupa, amamentando os filhos, varrendo a casa ou interpretando Chopin; pintando uma aquarela ou amarrando um buquet, a mulher tem sempre uma poesia: a de trabalhar para ser agradável, útil, boa, para satisfazer uma necessidade moral ou intelectual do esposo e da família, revelando-se amorosa e digna do doce e pesado encargo que a sociedade lhe destinou.


Nesse excerto, fica claro o discurso idealizado, divulgador dos papéis que consagravam a mulher no lar e na sociedade como extremamente prazer…