Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Análise do poema de Elisa Lucinda (PAS - 3ª Etapa 2017)

ANÁLISE : O poema “No elevador do filho de Deus” apresenta como tema a morte, já versada por inúmeros poetas de outros tempos como Álvares de Azevedo (Ultrarromantismo), Augusto dos Anjos (Pré-Modernismo), Cecília Meireles (Modernismo). Nesse passado literário, a morte vinha sofrida, desejada, temida...E em todos os casos bem real. No poema lido por sua vez, a poeta Elisa Lucinda (Contemporânea) apresenta uma morte metafórica, estratégica e o que é mais incrível: passageira. A começar pelo título bem sugestivo: No elevador, aquele que sobe e desce, e nós os passageiros: os filhos de Deus. Na vida, somos todos passageiros. Ademais, a morte hoje em dia pode ser adiada devido aos avanços tecnológicos que prometem longevidade, rejuvenescimento e saúde. São remédios, alimentos, cirurgias, exercícios físicos e outras parafernálias que adiam a tão temerosa morte. Não é à toa que o eu lírico do poema está “ficando craque em ressurreição. ” Por outro lado, vivemos um tempo de descarte. Descar…